O Último Presidente Americano

O Último Presidente dos Estados Unidos 🇺🇸

Donald J. Trump, é o último presidente dos EUA, depois dele, a América, não terá mais presidente, terá Vassalos, que serão meros gerentes do Deep State e dos globalistas, assim como foram; Baraque Hussein Obama, Bill Clinton e o Rino George W. Busch.

Como Trump não faz parte do Deep State, teve seu mandato questionado desde o primeiro dia, até hoje e diversas tentativas de deposição antes mesmo do fim de seu mandato.

Trump governou para os EUA e para os Americanos, desafiou o interesse dos poderosos do Deep State e das Famílias Dinásticas, porque estava trazendo de volta para os EUA, as fábricas americanas que foram para a China, recuperou os empregos para os americanos, cortou impostos, a economia estava em crescimento, a todo vapor, mas isto, não estava agradando as grandes corporações que estavam tendo prejuizo, porque não estavam mais ganhando rios de dinheiro com a política de Trump.

Trump foi o único presidente em 40 anos que não entrou em nenhuma guerra em nenhum lugar do planeta e isto fez a industria das armas perder dinheiro, pois não tinham mais, para quem vender, se não há guerras, não há consumo de armas, nem de munição, ao contrário de seus antecessores que viviam em guerras, pode-se até afirmar que Trump foi um promovedor da paz, foi o primeiro presidente americano a pisar no solo da Coréia do Norte e apertar a mão de um ditador comunista norte coreano, não invadiu a Venezuela, não atacou a Coréia do Norte nem o Irã apesar de muita insistência de seus conselheiros e estava retirando as tropas militares dos países em cujo derramamento de sangue de soldados americanos já ocorria por décadas, como, Afeganistão, Iraque, Síria, etc…, porque entendeu que isso não ajudou em nada aos EUA e só trazia prejuizos e dor para as famílias dos soldados mortos.

Trump desfez todos os acordos que seus antecessores assinaram e que não trouxeram beneficios para os EUA, ao contrário, só traziam despesas, cortou financiamentos a paises inimigos como o Irã que descumpriu o acordo nuclear, assinado com Baraque Hussein Obama, rompeu com a OMS, pois só os EUA estavam sustentando aquele órgão em troca de nada, denunciou a farsa do aquecimento global e rompeu com o Acordo de Paris, porque descobriu que o dinheiro que os EUA estavam doando, estava sendo desviado para outros fins.

Tudo isso deixou os globalistas irados e rangendo os dentes que juntamente com agentes chineses tramaram sua “derrota” para as eleições de 2020.

O primeiro ataque, foi com o vírus chinês que veio de Whuan, provocando mortes e quebrando vários países, sendo os EUA, o mais duramente atingido, para assim, ser usado negativamente contra o governo Trump, depois foram os atos dos Antifas, e BLM, promovendo quebra-quebras, incêndios, saques, destruições em série, tudo para desestabilizar o governo de Trump.

Trump também desafiou todos os jornais esquerdistas chamando-os de mentirosos, algo que todos já sabemos, diminuiu drasticamente o financiamento das Mídias Mainstreams e das Bigs Techs, por isso, o ódio mortal a Trump por todos os repórteres dessas mídias que não cansavam dia e noite de desacredita-lo e desqualifica-lo.

E por último, o golpe mortal, as eleições de 2020, que foram descaradamente fraudadas, coisa que particularmente, nunca imaginaria que pudesse acontecer lá nos EUA, mas aconteceu, com vários casos de depoimentos juramentados de dezenas de testemunhas, e cenas de atos criminosos cometidos por excrutinadores nos dias de apurações de votos gravados por câmeras de segurança, sem falar nas perícias feitas no softwer usado na contagem dos votos provando que estava pré-programando para desviar votos de Trump para Biden, mas todos, tribunais estaduais, mídias jornalísticas e até a Suprema Corte, fizeram vista grossa e impediram que os processos de auditorias e as contestações fossem adiante.

A ordem do Deep State já havia sido dada; “Trump tem que ser removido”, e na última hora, depois que vários deputados e senadores republicanos já haviam declarado que contestariam a certificação de Biden e que o Vice Presidente tinha o poder garantido pela Constituição Americana de decidir não quem venceria, mas de decidir em meio à todas as contestações, de como a certificação aconteceria, ou seja, seguindo
a Constituição, e a mídia mainstream acusando e afirmando que Trump estava forçando Mick Pence a dar um golpe.

Então, na derradeira hora, a maioria dos congressistas, se acorvadaram, salvo alguns poucos deputados e senadores republicanos que defenderam a reeleição de Trump e contestaram a certificação de Biden.

O que aconteceu no 06 de Janeiro de 2021 no Congresso Americano, foi o resultado de um processo que está em curso nos EUA a pelo menos 50 anos.

Um processo de degradação moral, intectual e civilizacional do povo americano, por meio da tomada e do aparelhamento de todos os órgãos do Estado, e do Governo, Imprensa, Jornais, Escolas, Universidades, Tribunais Estaduais e Federais, Cia, FBI, Policias Estaduais etc…

O objetivo de tudo isso, é a transformação dos EUA em um país Socialista, para imediatamente depois passar para o Comunismo totalitário onde as liberdades indivuduais e o direito de propriedade serão coisas do passado.

Donald Trump que lutou, pela Liberdade, pelo direito da propriedade privada, pelo direito a vida dos inocentes, pelo livre mercado e pela livre concorrência é o Último Presidente dos EUA, depois dele, os outros que virão, serão Vassalos da Nova Ordem Mundial.

Agora, Joe Biden, um velho de 80 anos, pedófilo, doente, que esquece as palavras quando fala em público, não governará os EUA, defensor de pautas contra os cristãos, contra a familia, a favor do aborto, já declarou que acabará com a indústria do petróleo, fechará todos os poços de petróleo e que liderará uma coalizão contra o Brasil com sanções por causa da Amazônia, certamente não terminará o seu mandato, ou renunciará ou será afastado pela vigésima quinta emenda e, a abortista e aborteira comunista Kamala Hares assumirá a presidencia, para acelerar as pautas globalistas e com toda certeza, o ano de 2021 não terminará sem que antes eles coloquem os EUA em guerra novamente contra outros países.

No dia 6 de Janeiro de 2021, a útima barreira contra o comunismo no ocidente, foi derrubada e o Último Farol de Liberdade se apagou.

Fonte: Sandro Karly

SandroKarly #DonaldTrump #PresidentTrumpr2021 #Trump2021 #UnitedStates #LevyAugust